Notícias | Planeta Melhor

Planeta Melhor

Google:


1 usuário Online

Como eu posso ajudar?


Saiba como você pode ajudar!
Clique aqui

Enquete
Polls

O que você faz pelo meio ambiente?







Ver resultado
Loading ... Loading ...
Dicas úteis

Use Ecobags

A EcoBag está na moda e há modelos e cores para todos os gostos. As sacolas reutilizáveis são aliadas do meio ambiente, já que as sacolinhas descartáveis, aquelas usadas normalmente em mercados, liberam gás carbônico e metano na atmosfera.

Dia Mundial do Meio Ambiente tem mudança do clima como foco

IG

Celebrado no dia 5 de junho, o Dia Mundial do Meio Ambiente deste ano terá o foco voltado para a mudança climática, com o tema “Aumente sua voz, não o nível do mar”, com base na designação da Organização das Nações Unidas de 2014 como o Ano Internacional dos Pequenos Estados Insulares em Desenvolvimento. O Dia Mundial do Ambiente foi criado pela Assembleia Geral das Nações Unidas de 15 de dezembro de 1972 na Conferência de Estocolmo (Suécia), cujo tema central foi o Ambiente Humano.

A sede das celebrações globais da data neste ano será a ilha caribenha de Barbados, por conta do investimento em projetos contra a mudança do clima. Barbados incluiu a Economia Verde dentre os seis objetivos concretos de seu Plano Estratégico Nacional (2006-2025) e se comprometeu a aumentar sua quota de energia renovável para 29% de todo o consumo de energia da ilha até 2029. Isso cortaria cerca de 283.5 milhões de dólares do custo total de eletricidade e reduziria as emissões de CO2 em 4.5 milhões de toneladas, de acordo com o governo. O setor turístico de Barbados, que contribui com mais de 15% do PIB do país, e sua indústria de açúcar, que contribui com aproximadamente 2%, serão severamente afetados pela mudança do clima.

…continue lendo.

Brasil tem sistema de filtragem de água mais eficiente do mundo

Ecod

A preocupação com o meio ambiente tem feito os antigos filtros de barro serem mais utilizados e, os brasileiros possuem o melhor sistema de filtragem de água. Segundo pesquisas norte-americanas, os filtros tradicionais de barro com câmara de filtragem de cerâmica são muito eficientes na retenção de cloro, pesticidas, ferro, alumínio, chumbo (95% de retenção) e ainda retém 99% de Criptosporidiose (parasita causador de doenças).

Os estudos relacionados ao tema, que foram publicadas no livro The Drinks Water Book, também indicam que esses sistemas de filtro de barro do Brasil, considerados mais eficientes, são baseados na filtragem por gravidade, em que a água lentamente passa pelo filtro e goteja num reservatório inferior.

Considerado um sistema ‘mais calmo’, ele garante que micro-organismos e sedimentos não passem pelo filtro devido a uma grande pressão exercida pelo fluxo de água. O processo lento é o que o diferencia dos filtros de forte pressão, que recebem água da torneira ou da tubulação, os quais são prejudicados exatamente pela força da água, o que pode fazer com que micro-organismos, sedimentos ou mesmo elementos químicos, como ferro e chumbo, cheguem ao copo do consumidor.

Ainda de acordo com o livro de pesquisas, o consumidor precisa ficar alerta na hora de comprar esse tipo de produto, pois há tecnologias lançadas que não são eficientes e permitem a passagem de elementos perigosos para a saúde.

 

Governo proíbe fumo em locais fechados e amplia alerta nos maços

O Ministério da Saúde anunciou no sábado (31), Dia Mundial Sem Tabaco, novas regras de combate ao fumo, que incluem o fim da propaganda de cigarros, a extinção dos fumódromos em ambientes coletivos e a ampliação de mensagens de alerta em maços de cigarro vendidos no país.

A regulamentação da lei antifumo será publicada nesta segunda-feira (2) no “Diário Oficial da União” e as regras passarão a valer em até seis meses.

Segundo o governo, os fumantes não serão fiscalizados. Poderá ser punido somente o estabelecimento que desobedecer as normas. Locais de comércio e restaurantes, por exemplo, deverão orientar os clientes sobre a lei e pedir para que não fumem, podendo chamar a polícia quando alguém se recusar a apagar o cigarro.

…continue lendo.

Obama lança campanha para redução de emissões de CO² nos EUA

Ambiente Brasil

O presidente de EUA, Barack Obama, lançou neste sábado (31) formalmente sua campanha para reduzir as emissões de carbono nas centrais termoelétricas do país, ao destacar o impacto que têm na saúde apenas dois dias antes que sua Administração apresente um ambicioso plano a respeito.

A direção de Proteção Meio Ambiental (EPA, em inglês) prevê fazer na segunda-feira a maior aposta de Obama na luta contra a mudança climática, uma legislação para impor limites às emissões de carbono nas usinas de energia, que enfrenta um forte oposição republicana e da indústria do carvão.

Para aplanar o caminho a esse anúncio, Obama decidiu pronunciar seu tradicional discurso dos sábados desde um hospital de Washington que trata crianças com problemas respiratórios, a fim de vincular sua aposta energética não só com a luta contra a mudança climática, mas com uma política de saúde pública. “Pelo bem da saúde de todas nossas crianças, devemos tomar mais medidas para reduzir a poluição”, que agrava os problemas respiratórios como a asma, assinalou Obama. “Não temos que escolher entre a saúde de nossa economia e a saúde de nossas crianças”. Na segunda-feira, o líder continuará com essa estratégia ao manter uma conferência telefônica com grupos de saúde pública, enquanto a diretora da EPA, Gina McCarthy, se encarregará de fazer o esperado anúncio sobre a redução de emissões. Obama justificou hoje o plano ao lembrar que cerca de 40% da poluição nos EUA provém das usinas de energia, e mesmo assim “não existem limites nacionais na quantidade de carbono que liberam ditas usinas no ar”.

…continue lendo.

Projeto de reciclagem incentiva moradores a trocar lixo por alimentos

G1

Chega o fim de semana e os moradores dos bairros Jabuticabeiras, Sete Alqueires, Industrial, Arco Iris, Jardim Viveiros e Alto da Glória, em Umuarama, na região noroeste do Paraná, sabem que é o momento de trocar o lixo reciclável por ‘moedas verdes’, que dão o direito a compra de alimentos fresquinhos, vindos direto do campo. Por meio do projeto Lixo Que Vale, idealizado pela Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, mais de duas mil famílias em vulnerabilidade econômica são beneficiadas e reconquistam o direito a uma alimentação saudável.

Com a troca, a prefeitura recolhe cerca de 20 toneladas de recicláveis por mês e entrega os resíduos gratuitamente na cooperativa de catadores de Umuarama. Desta forma, os catadores não precisam andar pelas ruas a procura do lixo, pois os materiais chegam diretamente na cooperativa, sem custos algum para os cooperados. Além disso, o projeto ainda beneficia os pequenos produtores rurais da região, pois a prefeitura compra verduras, frutas, legumes, ovos e carnes apenas dessas propriedades.

…continue lendo.

Esfriamento do Pacífico explica hiato do aquecimento global

Folha de São Paulo

Apesar de os anos mais quentes da história terem sido 2005 e 2010, a média no período dos últimos 15 anos indica que a temperatura do planeta parou de subir.

Esse hiato no aquecimento global tem sido vastamente explorado por céticos que questionam a influência humana na mudança climática, mas um novo estudo diz ter a explicação para o fenômeno inesperado: um resfriamento periódico das águas equatoriais do Pacífico é o culpado por mascarar o aquecimento do planeta.

Não é a primeira vez que ocorre uma pausa na subida da temperatura média mundial, mas desta vez o platô que aparece nos gráficos de temperatura é um pouco mais longo.

Segundo um estudo publicado no início do ano por Ed Hawkins, da Universidade de Reading, no Reino Unido, se as temperaturas continuarem mais ou menos estáveis, elas entrarão fora da margem de erro da maioria das simulações climáticas quem vêm tentando prever o comportamento da Terra sob alta concentração do CO2.

…continue lendo.

Dia Mundial do Meio Ambiente 2013: conheça a origem e os objetivos

Terra

Comemorado em 5 de junho, o Dia Mundial do Meio Ambiente foi criado pela Assembleia Geral da ONU em 1972 para marcar a abertura da conferência de Estocolmo. No mesmo dia, foi criado o Programa Ambiental das Nações Unidas (Unep, na sigla em inglês). O dia é considerado uma das principais ações das Nações Unidas para chamar a atenção para como afetamos a natureza.

Em 2013, a ONU chama a atenção para o desperdício de comida. Segundo a organização, são desperdiçados 1,3 bilhão de toneladas de alimentos anualmente – o equivalente a um terço de toda a produção mundial. Somente nos chamados países desenvolvidos, são 222 milhões de toneladas desperdiçadas – quase o mesmo produzido em toda a África Subsaariana, 230 milhões. De acordo com o Unep, em todo o planeta, uma em cada sete pessoas vai para a cama com fome e, a cada ano, 20 mil crianças com menos de 5 anos morrem por desnutrição.

Segundo a ONU, devemos notar que, quando desperdiçamos alimentos, perdemos também todos os recursos utilizados na sua produção. Para se fazer um litro de leite, por exemplo, utilizamos mil litros de água. Para um quilo de hambúrguer, se vão 16 mil litros. Além disso, a produção de comida tem um grande impacto ambiental: ela ocupa 25% das terras do planeta e é responsável por 70% do consumo de água doce, 80% do desflorestamento e 30% das emissões dos gases de efeito estufa.

…continue lendo.

Rio investirá R$ 2 bi em despoluição de águas até as Olimpíadas

Ambiente Brasil

As obras de despoluição da Baía de Guanabara, da Lagoa Rodrigo de Freitas e das lagoas da Barra da Tijuca, locais onde ocorrerão as provas esportivas nas Olimpíadas de 2016, vão consumir um total de R$ 2 bilhões. O valor foi divulgado nesta terça-feira pelo presidente da Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae), Wagner Victer, durante apresentação a empresários, na Associação Comercial do Rio de Janeiro.

O objetivo das obras é garantir uma melhoria substancial na balneabilidade das diversas praias de mar aberto e também as localizadas na própria baía, que recebe uma grande carga de poluição orgânica dos municípios que a circundam, onde moram cerca de 12 milhões de pessoas.

“Cerca de 70% dos investimentos que estamos fazendo para atender aos compromissos olímpicos, voltados à área de saneamento, já estão finalizados ou na reta final. Anteciparemos em pelo menos um ano, em relação a 2016, a implementação de todos os investimentos”, disse Victer.

…continue lendo.

Saiba como economizar água na sua casa

Terra

Nem sempre as causas da escassez de recursos naturais no planeta têm origem em decisões perversas da política e em interesses financeiros. Cada um de nós também tem sua parcela de culpa. E quando o assunto é o uso da água como recurso natural, essa culpa é bem grande. Veja algumas dicas de como não desperdiçar um bem tão precioso nas diversas atividades dentro da própria casa.

Vazamentos

Uma torneira mal fechada pode desperdiçar 46 litros de água em um dia. Com uma abertura de 1 ml, o fiozinho de água escorrendo será responsável pela perda de 2068 litros de água em 24 horas. No caso de vazamentos em vasos sanitários, verifique se há água escorrendo. Para isso, jogue cinzas, talco ou outro pó fino no fundo da privada e observe por alguns minutos. Se houver movimentação do pó ou se ela sumir, há vazamento. Outra forma de detectar um vazamento é através do hidrômetro (ou relógio de água) da casa. Para tanto, siga os seguintes passos:

1. Feche todas as torneiras e desligue os aparelhos que usam água na casa (só não feche os registros na parede, que alimentam as saídas de água).

…continue lendo.

Seminário reforça proposta de pacto em defesa das cabeceiras do Pantanal

WWF

(Cáceres-MT) O seminário em Defesa das Cabeceiras do Pantanal, encerrado nesta quinta feira (11), em Cáceres (MT), marca o início da construção de um pacto envolvendo diferentes segmentos que atuam na região para proteger as nascentes do Pantanal. O evento, realizado pelo WWF-Brasil e parceiros, nos dias 10 e 11 de abril, teve a participação de mais de 90 pessoas, representando instituições públicas, ONGs, universidade, organizações da sociedade civil e usuários.

“Ainda falta construir o pacto, mas a ideia foi lançada e houve um encaminhamento claro dos próximos passos”, destacou o coordenador do Programa Água para a Vida do WWF-Brasil, Glauco Kimura, no encerramento do evento. Para ele, a quantidade e a representatividade do público e também a disposição para o diálogo foram muito importantes. “O pacto é uma proposta integradora e acho que o público entendeu isso. Mesmo atuando em segmentos diferentes, temos um propósito comum, que é conservar as cabeceiras do Pantanal”, comemorou.

Durante os dois dias de seminário, foram apresentados projetos e políticas públicas voltados para a conservação de nascentes e de águas. Além de proporcionar a troca de experiências, o segundo dia do seminário também contou com uma oficina onde os participantes fizeram um levantamento dos objetivos e dos próximos passos que deverão ser realizados visando à construção do pacto.

Rio Paraguai – A cidade de Cáceres é à margem do rio Paraguai e é uma das portas de entrada para o Pantanal do Mato Grosso. O município está localizado na região da chamada “caixa d´água” do Pantanal, onde estão as nascentes do rio Paraguai e de seus afluentes.

Essa região é muito importante para o Pantanal, uma vez que é responsável por um terço da água que o abastece. Mas também sofre muitos impactos, causados principalmente pelo assoreamento dos rios nas áreas de cabeceiras, devido à erosão e a degradação nas nascentes.

Por isso, está sendo construída a proposta de um pacto com a adesão dos 20 municípios que integram essa região. O objetivo do pacto é estabelecer políticas públicas positivas e integradoras nesses 20 municípios garantindo a harmonia social, econômica e ambiental neste importante patrimônio natural.

…continue lendo.

Página 1 de 1012345...10...Último »
Voltar   


Realização: Base Software Apoio: ABADI